Monthly Archives: Julho 2012

A INSEGURANÇA ronda a RMC…. e Holambra está dentro dessa rota …

Região de Campinas registra 93 furtos por dia, diz Secretaria de Segurança

Balanço aponta que 16 mil casos foram registrados no 1º semestre.
Entre janeiro e junho, Campinas contabilizou 9.033 ocorrências.

Do G1 Campinas e Região

Comente agora

As 19 cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) registraram 16,8 mil ocorrências de furto no primeiro semestre deste ano, segundo levantamento divulgado pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP). O balanço aponta que, em média, 93 casos são contabilizados por dia.

Com 9.033 registros entre os meses de janeiro e junho, Campinas lidera o ranking desta modalidade de crime na RMC, com 53,5% das ocorrências. Em relação ao mesmo período do ano passado, o município apresenta queda de 2,6% dos 9.275 casos de furto. A segunda cidade com maior índice de furtos é Paulínia (SP), que registrou 740 no primeiro semestre.

Em furto de veículos, os números de Campinas saltaram de 2.492 para 2.723 –  aumento de 9,26%. No Distrito de Barão Geraldo, o crescimento foi de 52%.

Por meio de nota da assessoria de imprensa, a Polícia Militar informou que vai intensificar o patrulhamento para combater os crimes contra o patrimônio, e pede para que a população ajude por meio de denúncias feitas pelos telefones 190 e 181.

Vejam matéria sobre INSEGURANÇA na RMC em

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2012/07/regiao-de-campinas-registra-93-furtos-por-dia-diz-secretaria-de-seguranca.html

De um de nossos colaboradores.

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com

 

Carta aberta a população Brasileira, do comando da Polícia Militar, sobre nossa segurança Pública…

Carta à População e as Autoridades de Segurança Pública

Carta do Presidente do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais Militares do Brasil

Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das
Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares – CNCG-PM/CBM

CARTA DE SÃO PAULO
DECLARAÇÃO AO POVO BRASILEIRO E, EM ESPECIAL, ÀS AUTORIDADES RESPONSÁVEIS PELA SEGURANÇA PÚBLICA DO PAÍS
JULHO DE 2012

Os Comandantes Gerais das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil, reunidos no 56º ENCONTRO NACIONAL DE COMANDANTES GERAIS E 2º REUNIÃO ORDINÁRIA DO ANO DE 2012, na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, representando cerca de seiscentos mil militares dos Estados, deliberaram, por unanimidade, e vêm a público declarar e apresentar as questões primordiais que contribuem para o fiel cumprimento das atribuições constitucionais de polícia ostensiva, de preservação da ordem pública e execução das atividades de bombeiros e de defesa civil, com o objetivo de servir cada vez melhor aos cidadãos e proteger a sociedade:

1. Contestar, publicamente, as críticas sem fundamento que têm sido dirigidas Polícia Militar de São Paulo. Uma instituição com mais de 180 anos de existência, com cerca de 100 mil integrantes, que atende anualmente algo em torno de 43 milhões de chamadas e realiza 12 milhões de abordagens em pessoas, não pode ser avaliada e criticada por atos tidos por isolados e episódicos. A Polícia Militar de São Paulo representa para as demais Polícias Militares exemplo de organização e qualidade de serviços prestados, atestados pela vertiginosa queda dos índices de homicídio no Estado de São Paulo, o melhor em quatro décadas, bem como por sua intransigência com a ilegalidade quando praticada por seus integrantes. Críticas, num estado democrático de direito, são um importante instrumento de melhora dos serviços prestados pelo governo, mas, se infundadas e generalizadas, contribuem para o seu descrédito e afetam a qualidade destes serviços.

2. Expressar a preocupação com a forma como estão sendo conduzidos, no anteprojeto de reforma de Código Penal apresentado ao Senado Federal, temas que,l sem a participação dos órgãos encarregados da aplicação da lei, se prosperarem, como ora propostos, dentro de um eventual futuro processo legislativo, certamente impactarão negativamente no controle da criminalidade e da violência, pelo viés da mera descriminalização sem apresentação de políticas públicas que tragam alternativas estruturantes.

3. Declarar que o ,, Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares está mobilizado para que reformas que impactem a segurança pública sejam promovidas com sua efetiva participação, de maneira que não produzam efeito contrário ao desejado pela sociedade brasileira.

4. Por fim, renovar o seu compromisso institucional de colaborar para que as Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil, por seus integrantes, possam contribuir cada vez mais para o aperfeiçoamento da segurança pública do país.

São Paulo, 24 de julho de 2012

NAZARENO MARCINEIRO
Coronel PM Comandante Geral da Polícia Militar de Santa Catarina e
Presidente do CNCG-PM/CBM

De um de nossos colaboradores.

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com

 

REGIÃO – Delegacia de Artur Nogueira pode ser interditada

Guilherme Cavalcante – cba noticias
guilherme.cavalcante@cbanoticias.com

Assunto foi debatido na reunião do Conseg na noite de ontem, 23. Ofício pedindo a interdição já está pronto e foi encaminhado para o Ministério Público e para a Prefeitura

Artur Nogueira pode ficar sem delegacia (Foto: CBA Notícias)

Artur Nogueira pode ficar sem delegacia (Foto: CBA Notícias)

O Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Artur Nogueira aprovou nesta segunda-feira, 23, o encaminhamento de um ofício junto ao Ministério Público (MP) pedindo que a Prefeitura interdite a Delegacia de Polícia. O motivo do pedido é a precariedade da estrutura do prédio.

A questão foi debatida na reunião do Conseg, na Acean (Associação Comercial e Empresarial de Artur Nogueira), no Centro. A proposta foi aprovada por unanimidade entre os membros participantes. O ofício já foi protocolado no Ministério Público e encaminhado a Prefeitura da cidade na tarde desta terça-feira, 24.

A situação estrutural da delegacia vem sendo debatida há algum tempo pelo Conselho. “Temos falado sobre os problemas de lá desde 2000, e até agora nada”, afirma Renato Mancinelli, presidente do Conseg.

Segundo a íntegra do documento, o Conseg pediu que o órgão municipal “faça o devido exame da parede suspeita do local, forro e estrutura do telhado; e caso confirmada a suspeita [de risco de desabamento], determine a imediata interdição da edificação”.

Cópia de ofício protocolado pelo CONSEG

Cópia de ofício protocolado pelo CONSEG

RISCO DE DESABAMENTO

A equipe do CBA Notícias teve acesso as imagens do Conseg mostrando o estado precário da Delegacia de Artur. Por todo o prédio é possível detectar rachaduras na estrutura. A situação mais crítica está na sala do escrivão, no forro e na estrutura do telhado.

Consultado pelo CBA para analisar as imagens, o engenheiro Geraldo Júnior, especialista em estruturas, criticou a situação da delegacia. “Está muito claro pelas fotos que existe o risco de desabamento. Até mesmo colunas estão completamente deterioradas e fora dos lugares. A construção está num estado completamente crítico”, afirma Júnior.

A equipe técnica do Departamento de Administração e Planejamento (DAP) da Polícia Civil já realizou vistorias no local durante o ano e condenou o estado do imóvel.

NOVA DELEGACIA

No dia 03 de fevereiro deste ano, a Câmara de Artur aprovou a cessão do terreno localizado no loteamento “Residencial Manhattan”, quadra A, próximo ao balneário municipal, para o Governo Estadual construir uma nova delegacia.

Em troca, o governo cederia o terreno da atual DP para o órgão municipal. Porém, até o momento a construção do novo prédio ainda não teve início. A equipe do DAP alega em nota encaminhada ao Conseg que a localização do imóvel “não possui infraestrutura necessária para a instalação da nova delegacia”. Ainda não existe uma previsão de quando as obras terão início.

Fotos: CONSEG

Fotos: CONSEG

Atualmente, a Delegacia de Artur Nogueira possui apenas cinco policiais civis do Estado de São Paulo e 15 funcionários cedidos pela Prefeitura. O recomendado pelo Enasp é de que para cada 100 habitantes exista um policial. “Essa defasagem entre o ideal e o real prejudica bastante a atuação das Polícias aqui em Artur. Como que a Polícia vai conseguir sanar os problemas na Segurança Pública somente com esse pessoal?”, indaga Renato Mancinelli, presidente do Conseg da cidade.

O expediente atual da DP conta com um escrivão, dois investigadores e cinco funcionários do Estado. Em 2001, quando a cidade tinha uma população de 34 mil habitantes, o número de funcionários era maior. “O baixo efetivo afeta diretamente a eficiência da gestão de segurança pública. O acúmulo de serviços para poucas pessoas é bastante prejudicial”, coloca o comandante geral da PM de São Paulo, Roberval França.

 Fotos: Conseg – AN
Para mostra o trabalho de um CONSEG sério e sem politicagem do seu PRESIDENTE, parabéns CONSEG ARTUR NOGUEIRA  e todos aqueles que estão fazendo um trabalho sério de prevenção.
Enquanto em HOLAMBRA o presidente do CONSEG, sai para ser candidato a vereador!
Será que isso ele CONSEG?
EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA
olhovivoholambra@gmail.com

Qual a senha?

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com

Delegacias da região registram baixa no quadro de funcionários.

Guilherme Cavalcante – cba noticias
guilherme.cavalcante@cbanoticias.com

Foto: CBA Notícias

Foto: CBA Notícias

Somadas, as cidades de Artur Nogueira, Cosmópolis e Engenheiro possuem média de delegados menor do que o estado de Alagoas. Número de funcionários caiu nos últimos anos.

 Segundo levantamento do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), juntamente com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em 18 dos 27 estados brasileiros registram número de funcionários das delegacias de Polícia (DP’s) abaixo da quantidade ideal.

No estado de São Paulo, nos últimos dez anos, não houve aumento no quadro da Polícia Civil. Em Artur Nogueira e nas cidades da região, a situação não é diferente. Somadas, as populações de Cosmópolis, Engenheiro Coelho e Artur chegam a 120 mil habitantes. A área conta, atualmente, com apenas dois delegados em atuação, quando deveriam, de acordo com a Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), haver cinco oficiais abrangendo a área.

Para efeito de comparação, o estado de Alagoas, que está na última posição do ranking do Enasp com uma média de 2,5 delegados por 100 mil habitantes, possui um índice melhor do que o das cidades da Região.

Número de funcionários na DP de Artur caiu nos últimos anos, enquanto população cresceu. (Dados: Conseg-AN)Número de funcionários na DP de Artur caiu nos últimos anos, enquanto população cresceu. (Dados: Conseg-AN)

 POUCOS FUNCIONÁRIOS

Atualmente, a Delegacia de Artur Nogueira possui cinco policiais civis do Estado de São Paulo e 15 funcionários cedidos pela Prefeitura. O recomendado pelo Enasp é de que para cada 100 habitantes exista um policial. “Essa defasagem entre o ideal e o real prejudica bastante a atuação das Polícias aqui em Artur. Como que a Polícia vai conseguir sanar os problemas na Segurança Pública somente com esse pessoal?”, indaga Renato Mancinelli, presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) da cidade.

Um levantamento feito pelo Conseg da cidade mostrou que o número de funcionários na delegacia caiu nos últimos dez anos, enquanto o de habitantes teve um acréscimo de mais de 10 mil pessoas. Em 2001, a DP possuía quatro escrivães, três investigadores e 10 funcionários do Estado, na época a população da cidade era de aproximadamente 34 mil moradores.

Onze anos depois, a população aumentou para 45 mil pessoas, porém, o quadro da delegacia caiu. Atualmente, existem apenas um escrivão, dois investigadores e cinco funcionários do Estado, uma queda de mais de 100% em comparação à 2001. “O baixo efetivo afeta diretamente a eficiência da gestão de segurança pública. O acúmulo de serviços para poucas pessoas é bastante prejudicial”, coloca o comandante geral da PM de São Paulo, Roberval França.

A equipe do CBA Notícias tentou localizar o delegado Fernando Periolo, que com a ausência do del. José Donizeti, assumiu o expediente de Artur e de Engenheiro, mas não conseguiu encontrá-lo.

Fonte: CBA Noticias – Delegacias da região registram baixa no quadro de funcionários

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com

Cidades adiam projeto para câmeras na ruas ….

O repasse de recursos do Estado está vedado por lei até o final do período eleitoral, em outubro

Doze das 19 cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) terão de adiar a implantação de câmaras de monitoramento para depois do período eleitoral porque não apresentaram projeto até o dia 7 de julho à Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas). Entre as cidades que não apresentaram o projeto a tempo está Campinas. Segundo a Prefeitura, a licitação está em andamento.

Agora, as cidades que não apresentaram projeto a tempo terão de esperar até o dia 7 de outubro para dar início à implantação do sistema.

As cidade que já haviam apresentado o projeto antes desse período poderão prosseguir com as instalações.

O Fundacamp (Fundo de Desenvolvimento Metropolitano) liberou no início do ano R$ 600 mil para cada uma das 19 cidades implantar o sistema. Além de Campinas, perderam o prazo Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Holambra, Hortolândia, Jaguariúna, Monte Mor, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré e Vinhedo.

Os recursos somam, no total, R$ 11,4 milhões para toda a região. “Esta vedado por lei o repase da verbas neste período eleitoral, mas as cidades podem apresentar o projeto após as eleições. Cada cidade terá um projeto diferente. Alguns municípios não têm uma central de monitoramento como Campinas”, disse o diretor-executivo da Agemcamp, João Alberghini.

Mais uma mentira e incapacidade administrativa da Prefeita Margareti Groot e seus comparsas na Administração de Holambra. Um Diretor de Trânsito e Segurança que nada faz, alem de levar seu $alário no final do mês e de um CONSEG que nada consegue em Holambra.

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com

BOLETIM DA EJE DO TSE ESCLARECE O VOTO NULO.

A Escola Judiciária Eleitoral do TSE preparou uma série de informativos destinados a orientar o eleitor. As publicações também esclarecem sobre a legislação vigente no que tange ao processo eleitoral e às Eleições 2010.

Em linguagem simples e acessível ao cidadão, os informativos, divulgados semanalmente, são importante instrumento para auxiliar o eleitor a entender melhor o processo de realização de uma eleição e os conceitos relacionados à matéria eleitoral. Dispondo de informações e conhecimento das normas, o eleitor poderá escolher seus candidatos de forma mais consciente.

Confira a seguir perguntas e respostas elaboradas pela Escola Judiciária Eleitoral do TSE sobre o voto nulo:

1. VOTAR NULO CAUSA ANULAÇAO DE ELEIÇAO?

Não. O Tribunal Superior Eleitoral decidiu que os votos nulos por manifestação apolítica dos eleitores (protesto) não acarretam a anulação de eleição.

2. QUAIS AS PRINCIPAIS HIPÓTESES DE ANULAÇAO DE VOTOS?

São susceptíveis de anulação os votos obtidos por candidato que vier a ser condenado por compra de voto, por abuso do poder econômico ou por interferência do poder político ou de autoridade. E o Código Eleitoral, o artigo 222 prevê também que é anulável a votação quando houver fraude ou coação.

3. NA OCORRÊNCIA DE IRREGULARIDADES, QUANDO SERÁ MARCADA NOVA ELEIÇAO?

Quando a nulidade decorrente de ilícitos eleitorais atingir mais da metade dos votos do Município, a votação será julgada prejudicada e o Tribunal Regional Eleitoral marcará a data para a nova eleição dentro do prazo de vinte a quarenta dias.

4. QUAL A CONSEQUÊNCIA SE VOCÊ VOTAR NULO?

O voto nulo não é computado no total de votos válidos. Assim, se você votar nulo poderá estar favorecendo a vitória de um candidato ruim, pelo abandono de sua oportunidade de escolher conscientemente o seu representante. A não participação no processo eleitoral poderá acarretar uma realidade política prejudicial a todos.

5. QUAL A DIFERENÇA ENTRE VOTAR NULO E VOTAR EM BRANCO?

O voto em branco ocorre quando o eleitor escolhe a opção Branco e confirma na urna eletrônica. Já o voto nulo é aquele que não corresponde a qualquer numeração de partido político ou candidato regularmente inscrito. Tanto o voto nulo como o em branco não são considerados na soma dos votos válidos. Mas saiba que é importante que você participe e vote, para melhorar a sua cidade.

Fonte: BOLETIM DA EJE DO TSE ESCLARECE O VOTO NULO

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com

Excesso de votos nulos compromete eleição em duas cidades do Rio, decide TRE

Agência Brasil – 03/11/2008
O TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro) convocará novas eleições para os municípios de Bom Jesus de Itabapoana e Santo Antônio de Pádua, no estado fluminense, onde os votos nulos superaram em muito os votos recebidos pelos dois candidatos à prefeitura das duas cidades.

Segundo o TRE, em Bom Jesus de Itabapoana os votos nulos alcançaram 89,23% da preferência do eleitorado e o candidato único à prefeitura João José Pimentel, do PTB, recebeu apenas 6,3% dos votos. A cidade tem 26.863 eleitores, mas apenas 1.692 votaram em Pimentel.

Já em Santo Antônio de Pádua, Maria Dib, do PP, obteve 10.074, o equivalente a 37,9% dos votos, enquanto os nulos totalizaram 16.527, o equivalente a 60,35% do eleitorado.

O TRE esclareceu que, com as regras eleitorais, nenhum candidato pode tomar posse quando os votos nulos e em branco alcançam um coeficiente maior do que a soma dos votos dados aos candidatos.

Nos dois municípios os candidatos rejeitados pela população ficarão inelegíveis. “Agora será estabelecido um novo prazo para inscrições, propaganda eleitoral e os eleitores terão que voltar às urnas”, informa nota do TRE.

A intenção do presidente do TRE, desembargador Alberto Motta Moraes, é convocar o novo pleito ainda este ano, antes da diplomação dos prefeitos eleitos.

Segundo o tribunal, pelo calendário eleitoral a data limite para os juízes diplomarem os vencedores das eleições deste ano é 18 de dezembro. Com a realização imediata de novo pleito, o órgão quer evitar que os presidentes de Câmaras Municipais sejam obrigados a tomar posse interinamente.

Fonte: Excesso de votos nulos compromete eleição em duas cidades do Rio, decide TRE

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com

Pesquisa o Brasil e um pais de Corruptos?

Para tudo tem jeito quando falta caráter e o imediatismo e retribuído, alcançando em momento oportuno “Preço” não importando quem e quando, apenas $$, trocas de favores, poder, vaidade, será que isso algum dia irá acabar ou as pessoas de honra e distintas irão sucumbir deixando a sociedade aos ventos destes que tiram vantagem de tudo, que se compram e se vendem? (Prostituição Política)

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com

O POVO vota em…… e no partido…..

EQUIPE OLHOVIVOHOLAMBRA

olhovivoholambra@gmail.com